Ah, as férias de verão. É difícil aceitar, eu sei, mas elas acabaram. A sensação de desânimo até vem à tona mas, mesmo assim, não podemos deixar de admitir que nos sentimos completamente equilibrados e recuperados. Bem… pelo menos internamente.

Acontece que, infelizmente, a imagem que você enxerga no espelho conta outra história. Os inúmeros banhos de sol, cloro, vento e condições climáticas tornaram sua pele estressada, áspera, grossa e estranhamente mais oleosa.

Além disso, os radicais livres produzidos pela radiação do sol fizeram um mal danado às suas fibras de colágeno (tecidos de suporte da pele), fazendo com que algumas ruguinhas e linhas finas “dessem as caras”. Isso sem falar nas manchinhas escuras que resolveram aparecer “do nada”.

Enfim, socorro: como recuperar a pele depois disso? Bem, pode ficar calma(o) que, para isso, ainda há solução. Continue comigo e descubra o que você pode fazer para recuperar sua cutis dos danos do verão.

Como recuperar a pele do verão da forma apropriada?

O primeiro passo: livrar-se das sujeiras e células mortas

Depois de meses de diversão ao sol, é provável que você tenha um pouco de sujeira na superfície da sua pele, assim como uma quantidade generosa de tecido morto.

O suor, junto aos protetores solares, às maquiagens e às impurezas ambientais (fumaça, poeira etc) afetam, e muito, a aparência da nossa pele. O resultado disso é uma pele danificada, oleosa e com os poros obstruídos.

Tudo isso provoca diversos efeitos desagradáveis à nossa aparência e, pasme, à saúde também. Afinal, é por causa desses fatores que inflamações e lesões cutâneas, espinhas, cravos, oleosidade excessiva e outros, por exemplo, ocorrem.

Por isso, o primeiro passo é esfoliar a pele, ou recorrer a um peeling químico para retirar as células portas, e fazer um detox com máscaras faciais. Para isso, você pode usar argilas como a verde, ou a de carvão ativado, ou optar por alternativas mais refrescantes, como as máscaras à base de folhas e frutas.

Porém, vamos fazer um combinado aqui: nada de comprar os produtos por conta própria, ou reproduzir receitas caseiras mirabolantes Visite o seu dermatologista para saber qual é a melhor opção para esse passo.

O segundo passo: hidrate a pele!

Mesmo que não percebamos imediatamente, a nossa pele perde constantemente a umidade durante os meses mais quentes do ano. Logo, o segundo passo é bastante óbvio: mergulhar de cabeça na hidratação.

Porém, evite usar produtos pesados e inapropriados para o seu tipo de pele. Dê preferência a dermocosméticos concentrados em ácido hialurônico, por exemplo, uma molécula capaz de reter a água por mais tempo e, assim, manter sua cútis mais firme, lisa e hidratada. Aliás, tenho até um texto que fala tudo que você precisa sobre esse ácido. Para acessá-lo, é só clicar aqui.

Meu conselho é: consulte o dermatologista para saber de qual tipo de hidratante facial sua pele mais precisa e aplique-o no rosto toda vez que for lavá-lo.

O terceiro passo: fazer um controle dos danos

Como já expliquei antes, o sol pode danificar a pele em tantos níveis que, ao final de cada férias de verão, a cútis está repleta de cravos, espinhas, oleosidade, linhas de expressão e manchas. Então, o terceiro passo é tomar uma providência com relação a elas.

Porém, ESPECIALMENTE para essa opção, a opinião de um profissional é essencial para esse controle de danos. Afinal, diversos procedimentos podem ser acatados para realizá-lo. Aí vão alguns exemplos, só para você ter uma ideia:

  • aplicação de cremes ricos em ácido glicólico, hidroquinona ou retinoides na pele;
  • peeling químico;
  • tratamento de luz intensa pulsada;
  • uso tópico de vitamina C, ácido salicílico etc;
  • outros.

E a regra final? Nunca abandone o protetor solar!

Só porque as férias de verão acabaram, isso não significa que você está livre do protetor solar! Aliás, isso não deveria nem estar sendo discutido aqui, mas MUITAS pessoas subestimam o poder do mormaço, da exposição ao sol a caminho do trabalho e, principalmente, das demais estações do ano.

Gente: o sol nasce TODOS os dias. Portanto, vocês precisam usar filtro solar DIARIAMENTE, com no mínimo 30 de FPS (fator de proteção solar) e de amplo espectro (que vai te proteger de ambos os raios UVA e UVB). Ainda mais em um país tropical como o Brasil!

No mais…

A regra é clara: o passo zero é, na verdade, procurar um dermatologista que vai saber recomendar os produtos certos para os próximos passos para recuperar a pele do verão. Depois, é só segui-los fielmente e pronto: sua pele estará nova em folha para aproveitar tudo de novo em 2021!

E aí, o verão danificou muito a sua pele? É só marcar uma consulta comigo clicando aqui que nós vamos resolver esse problema juntos! Até lá!

Fábio Gontijo - Doctoralia.com.br

CNPJ: 25.188.672/0001-01

Todos os direitos reservados a Clínica Fábio Gontijo. Desenvolvido por Agência Salt.